• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Trabalhadores ocupam Curitiba e deixam o recado: estamos nas ruas em defesa da democracia

Mais um grande ato que reuniu trabalhadores e trabalhadoras em defesa dos direitos e da democracia

Publicado: 11 Maio, 2017 - 16h24

Escrito por: Sílvia Medeiros

notice

Foram mais de 50 mil trabalhadores e trabalhadoras de diferente regiões do país, entre eles o povo de Santa Catarina. Foram horas de viagens para chegar na capital paranaense e dar suporte para a maior liderança de esquerda, que estava depondo como réu da operação lava-Jato, o ex-presidente Lula.

Para os trabalhadores e trabalhadoras que foram em caravana e ficaram grande parte do tempo em pé, sob uma garoa fria que caia em seus ombros, ir para Curitiba não foi um ato apenas de solidariedade ao ex-presidente que sofre grande perseguição por parte da justiça e imprensa brasileira. Ir para Curitiba significou mostrar o repúdio de parcela da sociedade contra operações que perseguem partidos e organizações de trabalhadores, que perseguem movimentos sociais e criminalizam todos e todas que buscam mais direitos para o povo.

“Foi lindo, foi energizante ver a nossa gente junta, disposta a lutar e defender a democracia”, destaca Anna Julia Rodrigues, presidenta da CUT-SC. Para Anna, depois do dia 28 de abril, a jornada da democracia, que reuniu uma multidão na Praça Santos Andrade de Curitiba, mostrou mais uma vez que o povo não tem medo de  lutar.

O presidente da CUT nacional, Vagner Freitas, deixou o aviso: “vamos ocupar Brasília no dia 24 de maio e, se não barrar as reformas, em junho vamos fazer a segunda maior greve geral da história do Brasil”.

carregando