• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Trabalhadores de Florianópolis cobram realização do Concurso Público

Depois da vitória e dos acordos assinados com o executivo, agora é hora de mobilização da categoria para cobrar do executivo agilidade no processo e o Concurso Já

Publicado: 23 Julho, 2019 - 09h42

Escrito por: Sintrasem

notice

O concurso público da Comcap , autarquia responsável pela coleta do lixo em Florianópolis, foi uma vitória dos trabalhadores. Arrancado na data-base de 2017 e consolidado com os mesmos direitos dos atuais trabalhadores na data-base de 2018, a realização do concurso e contratação de novos profissionais significa a garantia da Comcap como empresa pública e uma luta contra o sucateamento e privatização da empresa. Depois da vitória e dos acordos assinados com o executivo, agora é hora de mobilização da categoria para cobrar do executivo agilidade no processo e o Concurso Já!

Entenda o processo - Após aprovação na data-base de 2018 foi estabelecido a autorização do executivo na realização do concurso público da Comcap. O projeto de autorização do Concurso tramitou na Câmara de Vereadores e foi aprovado dia 15 de maio.

Em seguida a direção da Comcap criou uma Comissão de oito pessoas para acompanhar o processo. Destes, apenas dois foram escolhidos pela categoria e indicados pelos Sintrasem, os demais foram todos indicados pela empresa.

Debate nas reuniões - Desde a primeira reunião, que foi realizada dia 26/6, os indicados da direção da Comcap já mostraram a que vieram: apresentaram uma proposta de 1 (uma) vaga para gari e 1 (uma) vaga para motorista, o restante dos cargos todos como cadastro de reserva.

Os representantes dos trabalhadores combateram esse tipo de manobra. Levaram o debate para a direção do Sintrasem e para Conselho Deliberativo.

Nas instâncias do sindicato, foi deliberado que os representantes dos trabalhadores cobrariam da direção da empresa que apresentasse os números reais da necessidade de pessoal, pautado nas rescisões de trabalhadores; das aposentadorias da categoria; do crescimento populacional de Florianópolis; do número de temporários e dos impactos na saúde do trabalhador com a sobrecarga da falta de funcionários.

Comcap sem dados - A cobrança foi feita, mas a Comcap insiste em não trazer esses números e rebaixar as necessidades da categoria. E pior, lançaram em uma mesa de reunião uma suposta decisão judicial que determinaria que o número de vagas apresentado em edital teria que ter chamamento imediato, o que iria ultrapassar a capacidade financeira do município.

A representação dos trabalhadores não deixou barato: através de parecer jurídico do Sintrasem, derrubou essa manobra, provando que isso não se sustenta. Desmascarando mais uma tentativa de golpe do executivo contra o concurso público da Comcap.

No dia 10/7 a comissão se reuniu novamente, onde foi reconhecido que os números apresentados até então eram insuficientes.

Mas a enrolação continua! Exigimos que qualquer proposta apresentada fosse com base nos relatórios de cargos e vagas reais – solicitação que não apareceu até agora.

O que dá pra entender até aqui é que a empresa, através de seus indicados, busca esconder informações e atrasar o processo. Quer fazer um concurso sem o mínimo de garantia de vagas e isso não podemos aceitar!