• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Temer sai de casa de fininho para evitar manifestantes em SP

A Frente Povo Sem Medo fez protesto próximo à residência do interino, neste domingo. Barreiras policiais impediram o acesso

Publicado: 23 Maio, 2016 - 11h45

Escrito por: Isaías Dalle

notice

Muitos policiais barrando a passagem de todo e qualquer cidadão e um presidente ilegítimo, constrangido, voltando mais cedo que o previsto de sua casa, em São Paulo, para Brasília.

Resultado de mais um protesto contra Temer em São Paulo. Neste domingo, dia 22, foi a vez da Frente Brasil Popular – da qual a CUT faz parte – organizar uma caminhada do Largo da Batata, bairro de Pinheiros, até a casa do interino, próxima dali, num dos bairros com o metro quadrado mais caro da capital paulista.

Os organizadores calcularam em 50 mil os participantes. A mídia provinciana falou em 7 mil.

O domingo de hoje oferecia duas concorrências grandes à participação em um protesto de rua. Havia diversos shows gratuitos acontecendo em São Paulo, oferecidos pela Virada Cultural da prefeitura, e um sol ameno.

A concentração no Largo da Batata começou às 14h. O povo foi chegando, movimentos de moradia, skatistas, estudantes, gente de todo tipo, trabalhadores, até que a caminhada começou.

Próximo à residência de Temer, por volta das 17h, a manifestação chegou. Com o lema “Temer Jamais – Resistir em Defesa dos Direitos”, os participantes se depararam com barreiras policiais nos três acessos possíveis à casa do interino. Segundo o site do jornal O Estado de S. Paulo, Temer já havia dado o fora por volta das 14h.

Já era início de noite, 18h30, e os manifestantes continuavam nas proximidades, sem demonstrar interesse em ir embora. Os vizinhos de Temer reclamavam ao se deparar com as barreiras policiais.

As manifestações contra o golpe de Temer e Cunha e pela defesa do retorno da presidenta eleita acontecem todos os dias, em diversas cidades do Brasil.

 

Povo pega no pPovo pega no pEm São Paulo, ao longo da tarde até o início de noite de sábado, intelectuais, lideranças políticas e jornalistas participaram de plenária popular contra o golpe e Temer na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade.  

Na sexta à noite, a juventude novamente tomou parte da Avenida Paulista com o mesmo objetivo: “Contra o Golpe, Fora Temer, Respeito à Constituição”

carregando