• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Temer quer congelar salários de servidores federais

De acordo com Medida Provisória, aumento da categoria seria adiado para 2019. Projeto será enviado ao Congresso Nacional

Publicado: 01 Novembro, 2017 - 15h09

Escrito por: CUT Nacional

O governo ilegítimo de Michel Temer prepara uma nova investida contra os trabalhadores. Na próxima terça-feira (7), o Palácio do Planalto enviará ao Congresso Nacional a Medida Provisória 805/17, que congela o aumento salarial dos servidores federais.

Alegando que precisa diminuir o “rombo nas contas” para o ano que vem, o governo Temer deverá, caso seja aprovada a MP, adiar de 2018 para 2019 a correção salarial do setor. Como se não bastasse, o Planalto também quer aumentar de 11% para 14% a alíquota previdenciária dos trabalhadores que recebam mais de R$ 5.531,00.

Porém, se o aumento será congelado por um ano, o desconto previdenciário já passa a valer em fevereiro de 2018. O projeto será analisado por uma Comissão Mista no Congresso que ainda será instalada.

carregando