• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

SINTESPE comemora 30 anos e recebe homenagem da Alesc

o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual de Santa Catarina (Sintespe) comemora neste ano 30 anos de atuação. Para marcar o aniversário, a ALESC realizou uma sessão especial de homenagem

Publicado: 03 Dezembro, 2018 - 17h05

Escrito por: Sintespe

Solon Soares
notice

Uma das maiores entidades sindicais do estado, o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual de Santa Catarina (Sintespe) comemora neste ano 30 anos de atuação. Para marcar o aniversário, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina realizou, na noite de quinta-feira (29), uma sessão especial, no Plenário Osni Régis, em homenagem à entidade que congrega quase 20 mil funcionários públicos em todo o estado.

A iniciativa da sessão partiu da deputada Luciane Carminatti (PT), que foi filiada ao sindicato por dois anos, quando era servidora concursada da extinta Fucabem em Chapecó. Ela recordou que o Sintespe foi importante em um momento delicado para os servidores do órgão lotados no interior.

“Foi fundamental a atuação do sindicato, que juntou todos os funcionários que seriam transferidos e viemos para a Capital discutir com o governador a nossa situação. Foi por essa luta organizada pelo Sintespe que nós conseguimos garantir o direito ao trabalho”, recorda.

Para a parlamentar, além de lutar por melhores salários, o Sintespe também desempenha um papel importante para a população, ao trabalhar na defesa do serviço público e na melhoria das condições de emprego dos servidores estaduais.

O Sintespe foi fundado em 18 de outubro de 1988, 13 dias após a promulgação da Constituição Federal de 1988. Ele sucedeu a federação dos trabalhadores do serviço público estadual (Fetesp) e deu sequência à luta por melhorias salariais dos servidores e pela qualidade do serviço público prestado à população catarinense.

O atual presidente do Sintespe, Antonio Celestino Lins, está na direção da entidade há 28 anos. Ele se recorda da mobilização dos servidores, ainda na época da federação, em prol das reposições das perdas salariais com a inflação, nos anos 1980.

“A pauta de hoje é a pauta de 1986. Tivemos algumas conquistas no trabalho que fizemos junto à Assembleia. Graças a esse trabalho de 30 anos, a gente se mantém com credibilidade junto ao servidor e à sociedade”, afirma Lins.

O dirigente considera que a atuação do Sintespe vai muito além da defesa da categoria. Para ele, a luta também é em prol da sociedade catarinense, na busca por um serviço público de qualidade.

“A luta não para, ela é constante. O que a gente observa é o desmonte do serviço público, trazendo um prejuízo enorme para a população que precisa desses serviços. Muitos acham que o sindicato é só para fazer greve, atrapalhar o serviço, mas o sindicato defende a sociedade, que paga seus impostos e não tem o devido retorno”, comentou.

O ex-presidente do Sintespe Mario Antonio da Silva e a presidenta da Central Única dos Trabalhadores em Santa Catarina (CUT-SC), Anna Julia Rodrigues, discursaram em homenagem ao sindicato. Eles destacaram a necessidade de união dos servidores públicos estaduais e da classe trabalhadora diante da ameaça da retirada de direitos, como o fim da estabilidade do serviço público, além das reformas trabalhista e previdenciária.

“Infelizmente, observamos, governo após governo, uma falta de compromisso com o serviço público. Não se faz mais concurso público e, com isso, quem sofre é a sociedade, que não tem um serviço público de qualidade”, disse o ex-presidente.

 

carregando
carregando