• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sindicatos fazem protesto no Bradesco de Criciúma pela valorização dos trabalhadores

No ato, Sindicato divulga canais de comunicação para a população denunciar a demora no atendimento

Publicado: 09 Setembro, 2021 - 14h27

Escrito por: Maristela Benedet

notice
Com faixas, cartazes e carro de som, bancários de Criciúma e Araranguá fizeram protesto nesta quinta-feira, 09, em frente à agência do Bradesco da rua Rui Barbosa, centro de Criciúma, pela valorização dos trabalhadores e contra as demissões. O protesto acontece em outras cidades do Estado.
 
“O nosso objetivo é parar com as demissões que vem ocorrendo no banco nos últimos meses, encerrar a pressão de metas abusivas aos bancários que continuam nas agências e garantir mais respeito e melhores condições de trabalho”, explica a presidente do Sindicato dos Bancários e Financiarias de Criciúma e região, Dirceia de Mello Locatelli.
Com esta pandemia, o Bradesco lucrou nos primeiros seis meses deste ano mais de R$ 12 bilhões. Ainda assim, reforça Dirceia, impõe metas abusivas deixando funcionários doentes e demissões. “Sem contar o atendimento aos usuários e clientes, mesmo pagando tarifas e juros abusivos, são diariamente desrespeitados. Neste sentido, estamos orientando a população para denunciar a demora no atendimento”, pontua a presidente.
 
Os canais para fazer a denúncia: Banco Central – 145, Alô Bradesco -0800 727 9933 e Procon 151.