• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sem salário, trabalhadores são demitidos

Trabalhadores e trabalhadoras com salários atrasados há 2 meses são demitidos do Hospital Psiquiátrico Casa de Saúde Rio Maina em Criciúma

Publicado: 07 Julho, 2017 - 09h24

Escrito por: Rui Neto

Mais da metade dos trabalhadores e trabalhadoras do Hospital Psiquiátrico Casa de Saúde Rio Maina foram demitidos na sexta-feira, dia 30 de junho. Ao todo 43 trabalhadores ficaram desempregados. Outros 34 continuam contratados, mas com salários atrasados há 2 meses e em greve.

Os novos desempregados estarão assistidos pelo seguro desemprego nos próximos meses. Poderão retirar seu fundo de garantia, mas de rescisão nenhum centavo. O Sindicato dos Trabalhadores em estabelecimentos de Saúde de Criciúma e região - SindiSaúde ingressará com ação na Justiça para cobrar do ISEV, administrador do hospital, os devidos valores.

A maioria dos pacientes tiveram alta num mutirão da prefeitura de Criciúma ou foram transferidos para outros municípios. Restam 8 pacientes na Casa de Saúde, 6 atendidos pelo SUS e 2 particulares.

carregando