• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Piso Salarial Estadual continua sem reajuste

Quarta rodada de negociação entre trabalhadores e patrões reuniu dezenas de dirigentes sindicais de todas as regiões do estado

Publicado: 06 Fevereiro, 2017 - 17h59

Escrito por: Sergio Honrich

notice

Mais de 100 representantes de centrais sindicais, federações e sindicatos de trabalhadores de todo o estado participaram, na tarde do dia 3 de fevereiro, na Fiesc, em Florianópolis, da quarta rodada de negociações para definir o percentual de reajuste do Piso Salarial Estadual em 2017. Mais uma vez não houve acordo com os patrões. Até o momento, a única proposta oficial, por parte da comissão de trabalhadores, é de 12% de reajuste para as quatro faixas salariais do Piso Estadual, enquanto os representantes patronais oferecem apenas 5% de reajuste, ou seja, abaixo da inflação do ano passado, que ficou em 6,58%. Próxima rodada de negociação está agendada para as 13h30min do dia 21 de fevereiro, no mesmo local.

O diretor sindical do Dieese/SC, Ivo Castanheira, lamenta o resultado negativo de mais esta rodada de negociação: "Achávamos que hoje poderia fechar a negociação, chegamos a reunir em um grupo menor, mas ficou inviável. Infelizmente, o patronal continua com uma proposta indecorosa", critica. Para Castanheira, "o importante é que o movimento sindical está cada dia mais mobilizado e vai chegar num determinado momento que irá pressionar por outras vias. Na próxima rodada, esperamos que os patrões reflitam sobre as propostas para chegarmos a um acordo", finaliza. O supervisor técnico do Dieese. economista José Álvaro Cardoso destaca a importância do Piso Estadual: "Para acabar com a crise é preciso ampliar o mercado consumidor interno e o Piso é fundamental, neste sentido".

carregando