• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota de solidariedade à deputada Ana Paula Lima

A deputada foi vítima de uma declaração machista do deputado Roberto Salum

Publicado: 22 Fevereiro, 2018 - 15h53

Escrito por: Direção da CUT-SC

notice

 

A CUT-SC repudia a declaração machista feita pelo deputado Roberto Salum (PRB) à deputada Ana Paula Lima (PT) nessa quarta-feira (21), durante uma sessão na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). É inadmissível que, mais uma vez, o machismo seja reproduzido nos espaços que deveriam combatê-lo.

Durante a discussão sobre a desativação das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), Salum ocupou a tribuna e disse que preferia debater com o marido de Ana Paula, que é homem, e não com ela, que é mulher. Não podemos aceitar que atitudes machistas e misóginas como essas continuem acontecendo e sejam reproduzidas por homens eleitos para representar o povo.

A violência sofrida por Ana Paula Lima é a mesma que atinge várias brasileiras dentro das suas casas, na rua, dentro do transporte público, no trabalho. Os elevados índices de violência contra a mulher envergonham nosso país. Estamos entre os sete países que mais matam mulheres no mundo!

Nós, da CUT-SC, nos solidarizamos a Deputada Ana Paula Lima, que nos orgulha por estar ocupando, graças ao voto popular, um espaço de poder, onde tem demonstrado diariamente estar ao lado dos trabalhadores e trabalhadoras, das mulheres e da juventude. Solidarizamo-nos também a todas as mulheres que diariamente sofrem violências dessa sociedade machista.

E vamos juntas construir um Brasil mais democrático, soberano e desenvolvido!

Direção da CUT-SC

 

 

carregando