• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota de repúdio - dirigente sindical e vereadora são ameaçadas de morte

O SISERP-CRR/CUT fez uma nota de repúdio porque uma dirigente do sindicato dos servidores de Toledo (PR) e uma vereadora foram ameaçadas de morte por motivações políticas

Publicado: 31 Maio, 2019 - 11h44 | Última modificação: 31 Maio, 2019 - 15h25

Escrito por: Rui Fernando da Silva Neto

notice

Marlene da Silva, Secretária Geral do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Toledo (Paraná), e a vereadora Marli do Esporte foram ameaçadas de morte por um vereador do município. Quem denunciou a ameaça na Tribuna da Câmara foi a própria vereadora Marli que afirmou que as ameaças “têm motivações políticas”. O Ministério Público daquele estado ainda avalia se um processo por ameaça pode ser levado adiante.

Marlene da Silva está na direção sindical há 3 mandatos, ela tem apenas 38 anos e é professora da educação infantil. Neste período, também pela garra do Sindicato, a Categoria conquistou muitos avanços.

Entrevistada pela Imprensa do SISERP-CRR/CUT Marlene deixou a seguinte mensagem para as lutadoras e lutadores do Município de Criciúma: “Não é o momento de se esconder. É justo o momento de mostrar de que lado estamos e que municípios queremos construir para ver esse país melhor. Mesmo que isto incomode poderosos bandidos. Nós estamos sim em confronto, mas no confronto das ideias, dos projetos e não das balas! Sigam firmes daí que nós também seguiremos daqui. Um abraço pra vocês e gratidão pela solidariedade”, nos afirmou Marlene da Silva.