• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-SC apoia greve do magistério de Abelardo Luz

CUT-SC emite nota de apoio aos trabalhadores/as em educação da rede pública municipal de Abelardo Luz , que desde a última sexta-feira estão greve para lutar pelo reajuste salarial da carreira do magistério

Publicado: 10 Março, 2020 - 14h50 | Última modificação: 10 Março, 2020 - 14h59

Escrito por: CUT-SC

notice

A Direção da CUT-SC vem, através desta, explicitar o irrestrito apoio aos trabalhadores/as em educação da rede pública municipal de Abelardo Luz que entraram em greve na última sexta-feira, 6 de março, para lutar pelo reajuste salarial da carreira do magistério. Os servidores decidiram cruzar os braços porque o prefeito se nega a pagar os 12,84%, reajuste do piso do magistério garantido pela Lei nº 11.738/2008, efetivando a proposta de pagar somente o INPC de janeiro, num percentual de 4,30%.

O governo municipal está agindo de maneira autoritária aos apelos dos trabalhadores, prova disso é a nota emitida pelo prefeito e pelo secretário de educação na última sexta-feira (6), que diz para os trabalhadores retornarem ao trabalho e chama a greve de “arbitrária” e “ilegal”.

Os trabalhadores e trabalhadoras merecem respeito. Tanto o pagamento do piso do magistério, quanto o direito à greve, são garantidos por lei e, por isso, devem ser respeitados e cumpridos pelo poder executivo. É inaceitável que o governo municipal negligencie desta forma quem dedica sua vida à educação pública para atender a população de Abelardo Luz. A atitude do prefeito é um verdadeiro ataque aos direitos dos servidores e influi diretamente na desvalorização da Educação Municipal.

Por isso, a CUT-SC, comprometida com a luta da classe trabalhadora, entende que esse enfrentamento é legítimo e reafirma seu apoio à greve dos/as professores/as de Abelardo Luz. Estamos lado a lado aos trabalhadores que bravamente resistem pela garantia de seus direitos e contra a precarização do trabalho. Parabenizamos também ao Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Chapecó e Região (SITESPM-CHR), entidade de luta que mais uma vez mostrou que está sempre pronto para organizar os trabalhadores em defesa dos direitos.

A força da classe trabalhadora está na consciência de seus direitos e na determinação da sua organização e mobilização.

Florianópolis, 10 de março de 2020

Direção da CUT-SC