• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Moção de apoio aos trabalhadores do SAMU e do Hospital de Araranguá

A Direção da CUT SC explicita o seu irrestrito apoio aos trabalhadores e trabalhadoras do SAMU de Santa Catarina e do Hospital Regional de Araranguá que deflagraram greve por atraso nos pagamentos

Publicado: 13 Dezembro, 2017 - 09h11

Escrito por: Pricila Baade

notice

Os trabalhadores e trabalhadoras do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Santa Catarina e do Hospital Regional de Araranguá estão em estado de greve, devido ao atraso no pagamento dos salários. As duas instituições são administradas pela SPDM - Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina. Outro motivo da greve é a garantia de emprego, já que o contrato da OS com a Secretaria Estadual de Saúde expira no dia 19 de dezembro. Em Araranguá, os trabalhadores iniciaram a greve no sábado (9) e o SAMU decidiu paralisar as atividades a partir de sexta-feira (15).

A CUT-SC apoia os/as trabalhadores/as de saúde em greve, ressaltando a importância desses profissionais na prestação de serviços essenciais à população. A resistência da classe trabalhadora em um momento de tantos ataques aos direitos como o que vivemos é essencial.  

Diante do retrocesso nas políticas públicas e nos direitos dos trabalhadores/as é imprescindível a solidariedade das entidades sindicais comprometidas com as lutas da classe trabalhadora para com os/as trabalhadores/as da saúde em greve.

Florianópolis, 13 de dezembro de 2017.

Direção da CUT SC

 

carregando