• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Maratona de luta dos servidores municipais de São José

O Sintram/SJ realizou um ato na manhã desta sexta-feira (4), em frente à Prefeitura de São José, para cobrar da prefeita Adeliana Dal Pont o cumprimento da data-base 2020

Publicado: 04 Dezembro, 2020 - 14h04

Escrito por: Douglas Rossi - Sintram/SJ

notice

O Sintram/SJ realizou um ato na manhã desta sexta-feira (4), em frente à Prefeitura de São José, para cobrar da prefeita Adeliana Dal Pont o cumprimento da data-base 2020. Os servidores também exigem a reposição da inflação, prevista em lei. A manifestação desta manhã faz parte da “maratona de luta”, que começou logo cedo e prevê também outras atividades ao longo do dia.

Os atos presenciais seguem as regras sanitárias, evitando aglomerações, com distanciamento entre os participantes, uso de máscara e álcool 70%. Neste sentido, apenas um número reduzido de trabalhadores estiveram presentes representando a categoria. Às 16h um novo ato acontece em frente à prefeitura.

 

Além das atividades presenciais também estão sendo realizadas ações on-line com a participação de dirigentes e servidores.

Estado de greve
Os servidores(as) de São José estão em estado de greve desde o dia 27 de outubro, após o Executivo sinalizar o não cumprimento do que havia sido acordado na data-base deste ano, e nem mesmo conceder a reposição inflacionária prevista em lei.

Além disso, na última quarta-feira (2), mais uma vez os vereadores traíram a categoria e votaram a favor do aumento do desconto dos servidores públicos municipais para a SJPrev, passando de 11% para 14%.

Com isso, os servidores(as) iniciam 2021 com um acúmulo de perdas inflacionárias de 18 meses e com menos 3% no salário.

Carta Aberta
Durante o ato em frente à Prefeitura na manhã desta sexta-feira, foi divulgada uma Carta Aberta à População, esclarecendo os motivos do estado de greve e as possíveis consequências caso o Executivo Municipal insista em ignorar as demandas dos servidores.

Leia a Carta à População na íntegra