• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Fim da greve dos bancários e bancárias

Em Santa Catarina, os sindicatos de Florianópolis, Criciúma, Araranguá e Videira, todos filiados à central realizaram assembleia dia 6 de outubro, trabalhadores definiram aceitar a proposta da Fenabam

Publicado: 07 Outubro, 2016 - 11h17

Escrito por: Sílvia Medeiros

notice

Depois de 31 dias de greve, numa das maiores mobilizações dos últimos anos, a negociação coordenada pelo Comando Nacional dos bancários, aceitou o reajuste de 8%, abono de R$ 3.500, reajuste no vale-alimentação de 15% e de 10% para vale-refeição e auxílio creche-babá.

Além disso, pela primeira vez a categoria já negociou o reajuste para o próximo ano, garantindo a reposição do INPC, mais 1% de ganho real. Outra conquista histórica nessa negociação é o aumento dos dias da licença-paternidade que agora para os bancários passa para 20 dias. 

Anna Julia Rodrigues, parabeniza os trabalhadores e trabalhadoras que se mobilizaram nessa importante greve que pauta diversas negociações de outras categorias, para a presidente da CUT-SC, mais uma vez fica provado que só com a luta e a resistência dos trabalhadores é que garante conquistas para a categoria.

carregando