• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

FETRAF-SC elege direção executiva para 2019-2023

O processo eleitoral da FETRAF-SC/CUT foi conduzido pela comissão eleitoral e, instaurado durante o III Congresso da Federação, realizado em Chapecó, nos dias 02 e 03 de outubro.

Publicado: 02 Dezembro, 2019 - 09h13

Escrito por: Matheus Antonio Kraemer- Jornalista

notice

Com a responsabilidade de representar uma categoria de grande importância para o Brasil como à agricultura familiar, uma nova história passou a ser construída em 1980, com a articulação Sindical Sul. Em 1983, após a consolidação da Central Única dos Trabalhadores, a organização sindical no meio rural transforma-se no Fórum Sul dos Rurais da CUT e mais tarde à Frente Sul da Agricultura Familiar.

Caminhando lado a lado dos agricultores e agricultoras familiares e na construção do sindicalismo combativo que busca construir uma sociedade mais justa, fraterna e solidária, lideranças do Estado catarinense tomaram a frente e criaram, em 1997, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado de Santa Catarina, a FETRAFESC.

Em 2001 surge a FETRAF-Sul, em 2005 é criada a FETRAF-Brasil, hoje, CONTRAF-Brasil, e mais de 20 federações surgiram em outros estados e centenas de sindicatos, consolidando o novo sindicalismo da agricultura familiar em todo país. O novo sindicalismo, com forte trabalho de base, pautado por uma atuação mais reivindicatória e sob a luz da democracia, reafirma constantemente o compromisso de luta de classe na Agricultura Familiar que é responsável por produzir mais de 70% dos alimentos que chega à mesa do povo brasileiro.

Chegamos até aqui, em 2019, como uma Federação sólida, que possui mais de 30 mil agricultores e agricultoras familiares associados. Uma organização que ao longo dos anos conquistou muitas políticas públicas, esteve nas ruas e, desenvolveu processos de formação de lideranças, multiplicando ações e atores sociais no campo sindical e cooperativista.

O processo eleitoral da Fetraf-SC e dos Sindicatos deste ano de 2019, reforça essa ideia. De 18.587 associados e associadas aptos a votar, 6.767 participaram da votação. Número bastante expressivo, que demonstra o interesse dos agricultores e agricultoras familiares em exercer seu direito ao voto e da organização sindical em reafirmar a importância da democracia.

O processo eleitoral da FETRAF-SC/CUT foi conduzido pela comissão eleitoral e, instaurado durante o III Congresso da Federação, realizado em Chapecó, nos dias 02 e 03 de outubro. Dos 36 sindicatos que compõe a organização, 22 também elegeram as suas direções.


A chapa única inscrita para direção da Federação, obteve 6.600 votos “SIM”, 98 votos “Não”, 28 votos “BRANCOS” e 41 votos “NULOS” resultando assim 97,53% de aprovação. Com isso, está eleita democraticamente para a gestão 2019/2023. A nova direção executiva será empossada no ato político no dia 11 de dezembro e é composta pelos seguintes membros:

Coordenação Geral: Jandir José Selzler
Coordenadora da Secretaria Geral: Marcos Nazareno Rozar
Coordenadora de Finanças: Lisete Maria Bernardi
Coordenador da Política de Juventude: Éder Antônio Tochetto
Coordenadora de Política para as Mulheres: Dalvana Cordazzo
Coordenadora da Política de Organização Sindical: Enelci Dirlete Mariani
Coordenador da Política de Formação: Aerton Luis Valmorbida
Coordenador da Política de Organização e Produção Agroecologia e Sustentabilidade: Alexandre Bergamin
Coordenadora da Política de Acesso a Terra e Reforma Agrária: Zuleide Simão Cardoso
Coordenadora de Políticas Públicas: Solangela Pockzevnick Kovalslki

Suplentes da direção: Eliane Aparecida Amaral de Souza, Elisabete Marili Biehl, Flavio Rezin, Marcelino Brusco

Conselho Fiscal: Davina Maria Pasa Pelison, Leda Maria Lauschner Lasch, Eduardo Silveira, Ricardo Nezello, Rosalina Kurek Belatto, Décio Gratner.

O Coordenador Geral eleito, Jandir Selzler comenta que o novo momento que se inicia com o aval dos agricultores e agricultoras familiares que participaram da votação é de muitos desafios e compromissos. “Representar à Agricultura Familiar e reafirmar o compromisso de luta social e política na defesa de um projeto de desenvolvimento sustentável e solidário em Santa Catarina será um desafio coletivo. Mas, a nova direção executiva têm representações de todas as regiões do estado e com paridade entre homens e mulheres, por isso, acredito que estamos preparados para desempenhar tal papel”, afirma.

Além disso, o novo coordenador eleito, fomenta a necessidade se pautar no histórico de lutas, ações e mobilizações da Federação para construir um novo caminho para a entidade. E, acima de tudo, unir o coletivo da Agricultura Familiar para juntos desenvolver as melhores ações possíveis. “O nosso trabalho que começa a partir de agora é reflexo de ações que já realizamos ao longo dos anos. Precisamos reforçar que a nossa Federação é uma entidade que acredita nos jovens, nas mulheres e em todos aqueles que compõem o coletivo da Agricultura Familiar, precisamos potencializar a nossa unidade”.

Para finalizar, Jandir agradece os votos recebidos. “Agradecemos a cada agricultor e agricultora familiar que participaram do processo de votação e, também, as centenas de pessoas envolvidas neste processo eleitoral, como a comissão eleitoral da Federação e os sindicatos filiados”, conclui.

A Solenidade de posse será realizada no Pinhais Eventos, comunidade Colônia Cella, Chapecó, às 18h30min, no dia 11 de dezembro.