• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Dia 22 de setembro, dia de paralisação nacional

Trabalhadores e trabalhadoras nas ruas em defesa de direitos sociais e trabalhistas, um grande esquenta para a greve geral

Publicado: 21 Setembro, 2016 - 11h29

Escrito por: Sílvia Medeiros

notice

Numa construção de unidade entre as sete centrais sindicais de trabalhadores de Santa Catarina e o Fórum Catarinense em Defesa do Serviço Público, o estado vai protagonizar uma grande paralisação de trabalhadores que reservaram o dia 22 de setembro para lutar pelos seus direitos que estão em risco com o governo ilegítimo de Temer.

Várias categorias de trabalhadores farão grandes assembleias e um dia de paralisação, para mostrar à toda a sociedade que não aceitarão a retirada de nenhum direito! Em Santa Catarina o Sindicato dos Trabalhadores na Educação do Estado – SINTE, o Sindicato dos Empregados no Serviço Público Estadual – SINTESPE, o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis – SINTRASEM, Sindicato dos trabalhadores no Serviço público Municipal de São José – SINTRAM, Sindicato dos Servidores Municipais de Joinville e Região – SINSEJ, Sindicato Único dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Blumenau – SINTRASEB e o Sindicato dos Servidores Municipais de Criciúma – SISERP, todos filiados à CUT e mais o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Saúde Pública Estadual e Privado de Florianópolis e Região – SINDSAÚDE, Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência do Serviço Público Federal em Santa Catarina – SINDPREVS e várias lideranças de outras entidades estarão juntas nas ruas pedindo a retirada de projetos que retiram direitos sociais e trabalhistas.

Participe, não fique de fora da luta dos trabalhadores e trabalhadoras em defesa dos seus direitos:

FLORIANÓPOLIS – Ato Conjunto com concentração às 16h30 na Praça Tancredo Neves

JOINVILLE – Concentração ás 9 horas na Praça da Bandeira

CRICIÚMA – Concentração às 15 horas na ACIC

carregando