• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Audiência Pública debate projetos que retiram direitos dos trabalhadores

Projetos que retiram direitos sociais seguem à todo vapor dentro do Congresso Nacional e entidades sindicais preparam debatem ações para mostrar os malefícios deles à toda sociedade

Publicado: 20 Setembro, 2016 - 18h05

Escrito por: Sílvia Medeiros

notice

Na tarde do dia 20 de setembro, em pleno recesso parlamentar devido as eleições municipais, representantes dos trabalhadores, homens, mulheres, jovens, negros e negras ocuparam a tribuna do Plenário principal da Assembleia Legislativa de Santa Catarina para deixar o recado que não vão aceitar a retirada de nenhum direito dos trabalhadores e também que retirem dinheiro das políticas públicas, como saúde e educação.

Presidida pelo Deputado Estadual do PT, Dirceu Dresch e com a presença da Deputada Ana Paula Lima, o Fórum Catarinense em Defesa do Serviço Público entidade proponente da Audiência, trouxe para o debate a reflexão dos impactos do Projeto de Emenda Constitucional 241, que prevê o congelamento de gastos públicos por 20 anos e o projeto de Lei 257 que retira direitos dos trabalhadores no serviço público e desvincula o reajuste do salário mínimo.

A presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, ocupou a tribuna e alertou que os dois projetos em questão não afetam somente os servidores públicos, mas toda a sociedade que depende das políticas públicas. “A PEC 241 e o PL 257 vai prejudicar toda a classe trabalhadora. Vai prejudicar quem depende de escola pública para seus filhos e filhas, vai prejudicar o trabalhador que precisa de atendimento nos hospitais e postos de saúde. Não vamos deixar o pouco que temos, vamos lutar até o fim”, salienta Anna Julia.

Para os presentes na Audiência se faz urgente o debate desses projetos com a sociedade e a explicação do que significa uma emenda na constituição. “Esses projetos não são apenas siglas dentro de uma sopa de letrinhas, eles representam a destruição de um estado de bem estar social”, reafirma Luciano Wolffenbüttel Véras, representante do Fórum.

Como encaminhamento foram demandas Audiência Públicas regionais em conjunto com as centrais sindicais e demais sindicatos, para levar o debate à todos e todas. 

carregando