• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Ato em Caçador impede votação de projeto de privatização dos serviços públicos

A pressão dos servidores públicos fez com que o prefeito arquivasse o projeto de lei que permitia a privatização dos serviços públicos no município

Publicado: 07 Agosto, 2018 - 13h49

Escrito por: CUT-SC

notice

Nessa segunda-feira (6) os servidores públicos municipais de Caçador realizaram um ato em protesto ao Projeto de Lei nº 039/2018, que permite a privatização dos serviços públicos. Os trabalhadores e trabalhadoras se concentraram no Largo Caçunjurê e foram em passeata até a Câmara de Vereadores para pressionar os parlamentares contra a aprovação do projeto.

O projeto cria o Programa “Mais Creches e Mais Saúde”, que autoriza que associações civis e fundações privadas a se responsabilizarem pelos serviços públicos de educação, saúde, assistência social e várias outras áreas.

A coordenadora da regional Meio-oeste da CUT-SC, que foi uma das organizadoras do ato, juntamente com o coletivo Sindical de Caçador, afirmou que a mobilização teve um resultado muito positivo “O protesto dos servidores foi muito importante. Com a pressão da população, o prefeito de Caçador recebeu uma comissão e se comprometeu a retirar o projeto de pauta e arquivá-lo. Além disso, o presidente da Câmara de Vereadores declarou que mesmo que se o projeto for mantido, todos os vereadores votarão contra”. Para garantir que o projeto seja arquivado, servidores e comunidade em geral retornam nesta terça-feira (7) para a Câmara de Vereadores.

 

carregando