• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

A luta contra a Reforma da Previdência agora é no Senado

Saiba como pressionar os senadores para tentar barrar os ataques à aposentadoria

Publicado: 09 Agosto, 2019 - 16h53 | Última modificação: 09 Agosto, 2019 - 17h05

Escrito por: CUT-SC com informações da CUT Brasil

notice

A maioria dos deputados rejeitou todas as sugestões que as bancadas de oposição fizeram para tentar diminuir os prejuízos da reforma da Previdência para os trabalhadores, trabalhadoras, viúvas e órfãos. Mas, a votação na Câmara dos Deputados não é a última instância em que as bancadas de oposição, centrais sindicais e movimentos sociais têm para lutar contra as maldades da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 06/2019 do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Para entrar em vigor, a medida ainda precisa passar por duas votações no Senado.

Por isso, a presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, alerta para a importância dos trabalhadores continuarem lutando contra a Reforma "Nossa luta contra a Reforma ainda não terminou. Precisamos ir para às ruas e pressionar os senadores para revertermos essa reforma perversa de Bolsonaro. Para isso é importante que todos participem das mobilizações do Dia Nacional de Luta, em 13 de agosto, e enviem mensagem para os parlamantares nas redes sociais "

Pressione os senadores de Santa Catarina: 

DÁRIO BERGER (MDB)
61 9113-4799
www.facebook.com/DarioEliasBerger
www.instagram.com/dariobergersenador
twitter.com/darioberger
dario.berger@senador.leg.br

ESPERIDIÃO AMIN (PP)
48 9981-4527
www.facebook.com/esperidiaoamin
www.instagram.com/esperidiaoamin
twitter.com/esperidiaoamin_
sen.esperidiaoamin@senado.leg.br

JORGINHO MELLO (PL)
48 9911-2223
www.facebook.com/jorginhomello.sc
www.instagram.com/jorginhomello
twitter.com/jorginhomello
sen.jorginhomello@senado.leg.br